Geração Distribuída 




  1. Módulos solares fotovoltaicos: formam um conjunto (painéis solares), conectados em série e em paralelo. Quanto maior for a matriz, maior será a capacidade de produção de energia elétrica. O módulo fotovoltaico capta a luz do Sol e a converte em energia elétrica (corrente continua).
  2. Inversores de frequência: convertem a corrente contínua em corrente alternada e equalizam a frequência, tensão e amperagem com a da rede elétrica. Também controlam a segurança e isolam o sistema da rede elétrica.
  3. Quadro de distribuição: A energia em corrente alternada passa pelo quadro de distribuição que distribui a energia elétrica para a fábrica / indústria / residencia.
  4. Rede elétrica: O excedente de energia gerada durante o dia vai para a rede elétrica, criando um crédito de energia para o proprietário do sistema (resolução 482/ANEEL). Esse crédito poderá ser usado para abater do consumo durante a noite e nos horários em que não há geração de energia pelo sistema fotovoltaico.

A figura acima ilustra como um sistema fotovoltaico conectado a rede opera. Os condutores de saída do módulo fotovoltaico são direcionados ao inversor de frequência. Após passar por equipamentos de proteção e seccionamento, os condutores são conectados à rede de baixa tensão da fábrica/ indústria/residência. Um medidor registra a energia entregue pelo sistema FV e outro a energia consumida da rede. A conta de energia será resultado da diferença entre os dois valores.


Alguns exemplos de instalações



Capture.JPG